NOTÍCIAS

MORADOR DE RUA FOI PAUTA DE REUNIÃO NA PREFEITURA MUNICIPAL

MORADOR DE RUA FOI PAUTA DE REUNIÃO NA PREFEITURA MUNICIPAL

 

Representantes de órgãos públicos e da igreja católica reuniram-se na manhã desta sexta-feira(10), na sede da Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, com o objetivo de encontrar solução para acolher moradores de rua que oportunamente frequentam o centro da cidade, principalmente a praça Monsenhor Paiva. Durante a reunião representantes da Secretaria Municipal do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social – SEMTHAS, apresentaram um diagnóstico da situação, ressaltando que atualmente apenas nove pessoas têm a “pracinha” como local de abrigo.

O estudo da SEMTHAS aponta que inicialmente pessoas que vivem em situação de risco foram retiradas das ruas e contempladas com um aluguel social, recurso destinado pelo Município ao pagamento de um aluguel mensal de uma determinada casa para acolher o beneficiário.

Representando a igreja católica o pároco de São José de Mipibu, padre José Lenilson de Morais destacou a importância do trabalho que vem sendo realizado pela Assistência Social do Município, como também abriu as portas da Casa de Deus para acolher os moradores de rua com os programas sociais disponibilizados pela Igreja.

O capitão Márcio, comandante do policiamento ostensivo de são José de Mipibu, disse que está acompanhando o caso e que a Polícia Militar está à disposição dos órgãos responsáveis pelo acolhimento às pessoas em estado de vulnerabilidade, ou em qualquer outra situação que exija a ordem social.

O vereador Jean Nerino, presidente da Câmara Municipal de São José de Mipibu, solicitou dos setores da Prefeitura Municipal uma maior celeridade nas respostas que o caso requer. Jean disse ainda que o Legislativo mipibuense está empenhado na solução desse problema social que envolve pessoas de São José de Mipibu e de outros estados da federação. O presidente da Câmara Municipal precisou se ausentar da reunião em razão da agenda de trabalho.

Participaram da reunião representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Obras e da assessoria de Comunicação Social, Secretaria Municipal do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, CAPS, Polícia Militar, Procuradoria Geral do Município, e da Igreja Católica.