NOTÍCIAS

SECRETARIA DE SAÚDE MOBILIZA POPULAÇÃO NO COMBATE AO MOSQUITO DA DENGUE

SECRETARIA DE SAÚDE MOBILIZA POPULAÇÃO NO COMBATE AO AEDES EGYPTI

A Prefeitura Municipal de São José de Mipibu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde – SMS, vem realizando desde março de 2019, diversas ações de mobilização, tais como Mutirões de combate ao Mosquito Aedes Aegypti, transmissor das doenças Dengue, Zika e Chikungunya. Com o surgimento das chuvas frequentes os potenciais criadouros do mosquito etão disponíveis em locais que acumulam água, onde o perigo aumenta.

As ações de mobilização começaram nas comunidades onde registraram as primeiras notificações (zona rural) até chegar a zona urbana. As ações estão concentradas em diversas atividades, como: visitas domiciliares, atividades de educação permanente com a população, palestras, mutirão de limpeza, peças teatrais, fiscalização e ajuda da eliminação dos criadouros. Dando seguimento às atividades, os Agentes de Combate as Endemias realizaram tratamento e combate ao mosquito, através do tratamento dos focos e bloqueio com o fumacê manual e tratamento com larvicida.

Foram realizados bloqueios químicos (fumacê) de março a abril de 2019, conforme dados de notificação do SINAN, em abril de 2019. Os casos começaram a ser notificados com maior intensidade na zona urbana, levando a SMS a solicitar às unidades responsáveis pelo gerenciamento dos inseticidas (I USARP e UVB / SESAPRN) um volume maior do produto para a continuação do trabalho em máquinas pequenas e no carro fumacê, o que não foi possível em razão do desabastecimento do Malathion EW 44%, a nível estadual e nacional, inclusive no dia 30/04/2019 o próprio Ministério da Saúde por meio da Nota Técnica informou sobre o referido desabastecimento.

Diante dessa realidade a Secretaria Municipal de Saúde está aguardando a chegada do referido produto (comprovadamente eficaz na morte do mosquito adulto) na UBV do RN, para começar a atuar como bloqueio por Fumacê.

Metodologia

A Secretaria Municipal de Saúde Informa à população mipibuense que são três os meios de combate ao Mosquito Aedes Aegypti, o combate químico, combate biológico e o combate mecânico, sendo este último o mais eficiente, pois há a eliminação do criadouro e as outras não. Quando se elimina a origem as demais fases do ciclo não existirão.

De acordo com a recomendação da Nota Técnica emitida pelo Governo Federal “dessa forma, devido o desabastecimento, reforça-se a necessidade da intensificação das ações de rotina visando diminuir a transmissão de casos, com a realização de visita casa a casa, resgate de imóveis pendentes, mobilização da população e mutirões de limpeza. As ações de controle vetorial devem ser planejadas para serem executadas de forma permanente, promovendo a articulação sistemática com todos os setores do município (educação, saneamento, limpeza urbana, etc.). A utilização de métodos sustentáveis e ecologicamente adequados, como atividades de eliminação mecânica, permite uso racional de inseticidas e devem ser priorizadas como medida para o controle dos vetores.” (NOTA INFORMATIVA Nº 77/2019-CGPNCMD/DEVIT/SVS/MS).

Mesmo com o desabastecimento do único inseticida comprovadamente eficaz para o bloqueio químico, a Secretaria Municipal de Saúde continua com as ações de combate e mobilização, com a intensificação da disseminação da informação para a sociedade, como palestras em UBS’s, escolas e demais setores do Município, e para dar maior impulsionamento na mobilização foi realizada uma caminhada no dia 25/06/2019 (Dia D de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti), que percorreu as principais ruas e avenidas da cidade, conscientizando a população por meio de abordagens, panfletagem e peça teatral.

O secretário de saúde Jefferson Oliveira destacou a importância do engajamento de todos: “A mobilização deve ser de todos, continuaremos vigilantes e combatendo o criadouros, mas precisamos do apoio da população. Denuncias e informações sobre a existência de possíveis criadouros podem ser feitas de segunda -feira à sexta-feira das 07:00 às 13:00 horas, na Ouvidoria do SUS, na sede da SMS, ou pelo telefone 3273-3359”, acrescenta o secretário.

O que a população deve fazer para combater o mosquito Aedes Aegypti?

A principal ação que a população tem que fazer é se informar, se conscientizar e evitar água parada em qualquer local em que ela possa se acumular em qualquer época do ano.

As principais medidas de prevenção e combate ao Aedes Aegypti são:

Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;
Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;
Manter caixas d’agua bem fechadas;
Remover galhos e folhas de calhas;
Não deixar água acumulada sobre a laje;
Encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana;
Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;
Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;
Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;
Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;
Acondicionar pneus em locais cobertos;
Fazer sempre manutenção de piscinas;
Tampar ralos;
Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;
Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;
Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;
Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;
Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;
Catar sacos plásticos e lixo do quintal.